A política francesa não é para brincadeiras. Ségolène Royal (PS) suspendeu por um mês o porta-voz de sua campanha, Arnaud Montebourg, por este ter dito, nnuma entrevista ao Canal+ que o « unico ponto fraco de Ségolène Royal é o seu marido, François Hollande ». A declaração causou um mal estar no comité de campanha socialista que procurou desdramatizar o problema. « Trata-se de um cartão amarelo », esclareceu a canditada socialista à presidência francesa.
Arnaud Montebourg já pediu desculpas aos visados e disse que tratava-se apenas de uma tirada humorística. Ao que parece, o senso de humor de Ségolène não é o mesmo do porta-voz da sua campanha.