Os franceses esperavam por esse dia. Domingo, pelas 20 horas, Jacques Chirac fará um pronunciamento oficial na televisão, provavelmente para dizer que não vai concorrer às próximas eleições presidenciais. O chefe de Estado francês, de 74 anos, deve explicar as suas razões e talvez referir se vai ou não apoiar Nicolas Sarkozy que, apesar de pertencer ao mesmo grupo político de Chirac (UMP), nunca teve um bom relacionamento com o actual presidente da República.
Depois de 40 anos de vida politica e 12 anos à frente dos destinos dos franceses, Chirac deve anunciar a sua retirada da disputa. Em declarações à imprensa durante as últimas semanas, Jacques Chirac já teria dito que existe vida para além da Presidência da República e que pretende continuar a colaborar com o país de outras formas após a sua saída do cargo.